Amanda Camilotti: A mulher à Frente da Mosto Flor

Entrevista com Amanda Camilotti, sócia da Mosto Flor: ela fala sobre seu amor por vinhos e os planos da empresa

O amor por vinhos muitas vezes se restringe à apreciação, mas para Amanda Camilotti, sócia da Mosto Flor, vai muito além. O desejo de ter um vasto conhecimento sobre, e ainda compartilhar experiência, conhecimento, história e o seu amor por vinhos através da Mosto Flor, é o que distingue sua paixão pela cultura vinícola.

Nessa entrevista, Amanda fala sobre a origem da sua paixão por vinhos, suas preferências, o papel da mulher no mercado de vinhos, e muito mais. Leia a entrevista na íntegra.

Amanda, quando você se apaixonou pelos vinhos?

Acho que me dei conta desta paixão quando comecei a identificar que em todos os momentos marcantes de minha vida, seja com minha família, com meus amigos, com as pessoas que amo, havia uma constante presença… os vinhos!

O que você busca em um bom vinho?

Busco um vinho que sempre consiga me entregar experiências, seja por sua história, sua estrutura, sua composição, seus aromas e sabores. Acima do equilíbrio, complexidade, intensidade, que sempre desejamos, procuro o prazer de degustar com consciência e a experiência de conhecer. A honra de partilhar um bom vinho me move nessa busca incessante pelo vinho ideal, para o momento certo. Mas um bom vinho pode ser também aquele que abrimos de repente, quase sem querer, sem qualquer planejamento…

Até poucos anos, este era um mundo dominado pelos homens, e agora, finalmente, muitas mulheres se destacam. Há mulheres de grande destaque hoje ocupando posições de enólogas, sommeliers, jornalistas, empresárias, críticas. Esse é um movimento crescente e irreversível?

Penso que seja uma evolução que ocorre em todos os setores de nossa sociedade, na qual as mulheres têm conquistado espaços cada vez mais relevantes, afirmando suas habilidades e aptidões. O mundo do vinho não é uma exceção, acho que nossa sensibilidade, aliada à força e tenacidade que temos, tem feito com que o mundo do vinho nos descubra, e nós o descubramos de uma maneira mais intensa nos últimos anos.

Um terroir que te impressionou? 
Amanda Camilotti, ex-advogada tributária e sócia da Mosto Flor.

Há vários terroir que me encantam, por sua história, tradição; todos, evidentemente, refletidos na qualidade dos vinhos que produzem. Mas tenho um carinho especial pela Borgonha, porque penso que o sentido de terroir ali se expressa com uma força muito intensa, inerente à cultura de seu povo. Não há Borgonha sem conceito de terroir; não haveria conceito de terroir sem a Borgonha. 

Vinhos dos sonhos?

Sonho com muitos vinhos… especial ter a oportunidade de conhecer cada vez mais vinhos com história, seja pela denominação, vinícola, ou pelo trabalho de seu autor, produtor ou enólogo!

Tinto, branco, rose, espumante? 

Essa é fácil… depende! Com quem, quando e por que….

Vinho bom tem de ser necessariamente pontuado?

Pontos, muitas vezes, podem ser indicativos de provas e experiências pregressas de profissionais sérios e comprometidos com a autenticidade. São, portanto, bons indicativos para procurar saber mais sobre a garrafa que se deseja, mas não são, nem de longe, o único critério para se aferir a qualidade de um vinho. Há inúmeros exemplos de excelentes vinhos que não tem pontuação….  

Por que cada vez mais as pessoas buscam vinícolas boutique?

Acho que cada vez mais as pessoas que buscam essas vinícolas estão procurando vivenciar experiências através de produtos com características diferenciadas e únicas, interessando-se por seu processo de produção, para além do produto propriamente dito. Esses consumidores, cada vez mais exigentes e curiosos valorizam o momento de beber o vinho como um processo, seja de conhecimento, reflexão ou amizade.

Aliás, o que é uma vinícola boutique?

Há várias definições aplicáveis ao termo vinícola boutique. Minha concepção refere-se ao produtor que conhece cada centímetro de seu vinhedo, ou preocupa-se com cada etapa do processo de viticultura, ou ao enólogo que se engaja pessoalmente em todas as etapas do processo de vinificação, pensando e repensando as decisões enológicas, avaliando os blends com zelo e paixão, testando os materiais e tempos de maturação, enfim, produzindo vinhos com história, com alma. O termo também está ligado à produção limitada, pela própria natureza e exigências de todos os processos acima, que demandam tempo e dedicação.

Qual é o propósito real da Mosto Flor?

Esta também e fácil. É o nosso mantra e o nosso lema. Proporcionar aos nossos clientes a experiência de degustar os melhores vinhos do mundo. Essa experiência exige conhecimento sobre o terroir, o vinhedo, o produtor, o enólogo, as castas, as decisões de vinificação, e a interpretação do vinho na garrafa. Quero que nossos clientes tenham conhecimento e o prazer de degustar as histórias, os aromas e os sabores dos vinhos da mais alta qualidade e dos mais seletos produtores do mundo.

Você, que veio da área jurídica, especificamente da área tributária, acha que com um bom planejamento dá para diminuir ainda mais o preço dos vinhos que chegam ao Brasil?

Acho que esse é o desejo de todos os envolvidos na cadeia de consumo do vinho. O Brasil possui um dos sistemas tributários mais complexos do mundo e, dessa forma, o planejamento tributário das operações é um desafio constante e fundamental para os que participantes do mercado entrem, mantenham-se e se desenvolvam, fazendo com que a eficiência fiscal responsável possa refletir em preços justos e competitivos, que valorizem o produto corretamente.

Por que você selecionou estes vinhos agora e não outros?

A MOSTO FLOR, por seus profissionais, se dedica de maneira única e individualizada à cada rótulo escolhido para composição do seu portfólio. Para nós, como já disse, é fundamental saber do terroir, das características do solo, do vinhedo, do processo de vinificação e maturação. Com isso, temos como ficar íntimos do vinho, de sua história, de seu nascimento, de sua concepção, e oferecer experiências diferenciadas pela bebida e pela informação.

Nosso portfólio procura refletir a melhor expressão de cada uma das regiões vinícolas do Velho e do Novo Mundo, com os terroir consagrados e projetos de autoria personalíssima.

O que as pessoas podem esperar em termos de tamanho do portfólio? Chegarão mais coisas?

Nosso portfólio nunca está pronto. Essa é uma boa notícia. A busca por grandes vinhos, grandes expressões de terroir e projetos de autoria é contínua. Estamos sempre em busca do vinho perfeito….

Quais são os critérios para que os vinhos sejam selecionados e incluídos na loja?

Os vinhos são escolhidos com muito cuidado, por uma exigente equipe de sommeliers e connoisseurs, e a MOSTO FLOR permanece sempre atenta ao mercado e aos níveis de competição de seu segmento. Conta com os melhores e mais consagrados produtores, com seus rótulos icônicos, e bem assim com produtores artesãos que expressam sua arte com vinhos de singular qualidade.